segunda-feira, setembro 25, 2006

 

outono na aldeia

Neste fim de semana, apanhei a A23 e fui para a aldeia, deambular, sentir o cheiro das maças e das uvas, apanhar amêndoas e castanhas, sentar-me à lareira , que já fazia frio por aquelas bandas. Sou alfacinha , sim, com muito gosto, nada e criada por aqui, mas a natureza, a vida na aldeia, o campo, a serra imensa, sempre me deslumbraram. Não fui a Foz Côa celebrar a passagem do Equinócio, mas andei por lá perto . Celebrei a chegada do Outono, AQUI !!

E encantei-me a ver os trabalhos, a dedicação e o gosto das gentes que dão a conhecer a sua Associação Cultural e Ambiental. Numa aldeia que sofreu a desertificação e o surto migratório levou os seus filhos para terras distantes, aquela colectividade tem por objectivo fixar novo habitantes, construir um Centro de Dia para os mais idosos e promover o desenvolvimento cultural e ambiental da zona. Em breve vão fazer um “Magusto” : já aceitei o convite e estarei lá sem falta!




Comments:
Desejos de uma boa semana, amiga, repleta de cores e sabores, que trouxeste da terra. O Outono é uma estação maravilhosa, a minha preferida.
beijinhos
 
Finalmente passo no teu blog, nossa. A foto é de amêndoas na árvore em close-up bem próximo, certo? Dá a aparência de fruta=pão só que esta deve ser típica dos trópicos, mede uns vinte cm.
 
Passaste pela portinha de Viseu? Essa A23 é antiga IP5?
É, e eu aqui! Ó dó!

beijos outonais
 
canela

nao gosto muito do outono principalmente qd vem chuvas fortes e temperatuiras de 7/8 graus como as q apanhei e pouca roupa para vestir , toda mais de verao q de inverno, mas adorei o q vi.
 
tina

ora bem q chegas ate aqui. vou ler bem as informaçoes q me mandaste mas estive fora e cheguei ontem ja tarde. beijinhos para ti
 
pitanga

nao fui a Viseu. A A23 vai de Lisboa a Guarda e so apanha a IP5 a´´i, depois de obras feitas na IP5 ate a fonteira. So estive na Guarda e arredores, com a familia e a apanhar "bons ares"

beijinhos
 
Que lindas são as casas da aldeia... nelas vivi alguns anos, depois que vim de África, com 7 anos... Hoje são ruinas que o fogo construiu ao passar...mas, as aldeias lá estão, para não deixarem esquecer as raízes e a vida que somos.E, também nelas passei momentos lindos da minha vida.

Palmeiras da saudade, são palmeiras da terra onde nasci e onde não voltei!

Obrigada pela visita e pelo cheirinho a terra e a castanha assada, que aqui já senti...

Beijinho.
 
Um fim de semana muito bem aproveitado. Fiquei com água na boca por esses figos e saudades das castanhas.
Por aqui ainda temos um verão cálido e mt agradavel mas nada normal para a época e região.
Beijinho e boa semana
 
Simplicidade e beleza fazem par nesses lugares tão lindos, represados em belissimas fotos. Quem dera poder estar aí....
Beijos
 
obrigada greentea

pela visita que nos fizeste e por divulgares as nossas surpresas, a nossa aldeia , as nossas actividades.

BEM HAJA!
 
Que linda é a simplicidade, as gentes, a generosidade da natureza, o encanto dos terras de siena e fogo a entapetar o chão em manto de suaves fragâncias...


Doce beijo
 
Esse pedaço de Portugal é lindo e tem um sabor diferente com toda a certeça...

Beijocas
 
Querida Greentea!
Ai, ai... que delícia deve ter sido este seu fim de semana. Não conheço Portugal, mas sei que é uma terra linda e cheia de supresas agradáveis por todo o país.
Muito bom o Avelãs de Ambom! Lindos artigos para presentes.
Um beijo carinhoso do seu amigo/irmão,
Tom
 
O habitual...sedutor. Boa tarde, bjinho.
 
O teu fim de semana deve ter sido, maravilhoso, seguindo o teu post e lendo o teu comentário no meu blogue...

Já te disse, tens um modo de descrever a natureza, como uma autora que gosto muito de ler.

Eu gostava de viver no campo.

Beijos, boa semana
 
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
 
Hoje só encontro posts sobre o Outono, a estação que mais gosto.
 
que maravilloso todo lo que muestars y reagalas amiga
haces sentir ganas de volar a esos lugares
Portugal es maravilloso
besitos y mi cariño muy grande
una linda semana


besos y sueños
 
...e sobrou tempo para as massagens? Eu fiz, de óleo de amêndoa e flor de cactus, baseada no Do In, técnica milenar chinesa.
E uma semana maravilhosa para ti!
 
Greentea, que fim de semana, hein?
Gostei das tuas fotos e dos trabalhos das mulheres da associação.
Porque tudo isso é cultura...lá dizia o Mestre!
Beijinhos
 
aiiiiii preciso ir urgente pra portugal, urgente!
 
Que coisa aconchegante deve ser a vida no campo! Parece a cidade da minha infância, e as cores do outono... que vontade me dá de voar para aí!
 
Eu adoro ir para a aldeia, é onde aproveito para descansar - é tão reconfortante.
Beijinhos e uma boa semana.
 
Tão bonito que é o Outono também aqui no teu espaço! Estação de eleição para mim. Pela serenidade, pela doçura dos tons, pela vida que se apaga para deixar que outra vida venha como continuação, ainda que de outro modo, em fases diversas de cor e de ser, pelo conforto que dá à alma.
 
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
 
Francamente bonito...e quase comovente. Bom dia, bjinho.
 
Fui nado por esses lados...

Até outro instante!
 
A23! Já vi aqui fotografias cheias de granito, porque não dizes o nome, perto de Foz Côa?
 
Ops! Não li os comentários... Também nasci e vivi sempre em Lisboa mas o meu coração não é alfacinha. Trancoso, a cidade mais linda que conheço, onde consigo respirar e o tempo não tem o mesmo tempo: dura mais!

Desculpa, sou uma acelerada e nunca leio os "coments" anteriores.
 
Que lindeza, Greentea ... Podes pôr mais fotos ...não nos importamos nada de ver pelos teus olhos. Bjinho
 
Enviar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?