sexta-feira, setembro 29, 2006

 

30 de Setembro


Katherine Hepburn, Greta Garbo, Ginger Rogers, Ingrid Bergman, Doris Day, Claudette Colbert e tantas outras marcaram a geraçao dos anos 40/50




Gosto de ficar a olhar estas imagens e comparar com fotos de minha mãe dessa época – os vestidos , os penteados , o look , tudo é idêntico!
Relembro certas conversas em que ela desbobinava os nomes de todos estes actores e os filmes em que contracenavam com este ou aquele, seus ídolos de então.
Casablanca ou E tudo o Vento Levou vinham sempre à baila…bem como os maravilhosos sapateados de Fred Astaire e Ginger Rogers, pois creio que a comédia musical era muito apreciada na época. Curiosamente , o cartaz em baixo apresenta também Ronald Reagan; Cary Grant, H.Bogart ou Clark Gable eram nomes sonantes muito aclamados.

Neste 30 de Setembro, dia em que a minha mãe fazia anos, aqui fica a memória de todos eles.



Comments:
Vivi uma experiência semelhante coma aminha mãe. Que se pegou a mim durante muitos anos...
 
"com a minha mãe", obviamente!
 
que bellos recuerdos...
 
Querida Greentea,
É uma forma linda de lembrar e de homenagear a sua mãezinha.
Beijão.
 
Greentea, linda homenagem de um tempo que não vivenciamos diretamente mas que ainda nos influenciou a gostar de coisas de boa qualidade. A isso chamo de bêrço. Ainda vou postar sobre isso qualquer dia.

Eram tão lindas essas mulheres. E sem silicone!

muitos beijos

beijinhos
 
Olha, saíram beijos duplicados. Agarra-os!
 
fotoescrita

e ainda ouvia por vezes minha avo paterna falar de actores do tempo do cinema mudo e as duas se punham a discursar sobre filmes dessa epoca...
 
rodolfo

estes filmes tb passavam em Argentina, creio ...e outros,
recordo Evita , em tempos muito mais recentes!
 
leticia

e verdade , sim

tenho fotos de minha mae nova, parecida comKatherine ou Ingrig, mesmo penteado, estilo de vestidos ...e ´´e assim q gosto de record´´a-la enquanto nova , menina e moça , nao depois de muitos anos de vida e doença...
 
pitanga
faziam-se menos filmes mas a produçao era de melhor qualidade e por isso tinha tanto impacto nas pessoas, nessa epoca , em Lisboa os cinemas eram grandes salas de dois ou tres andares, havia plateia 1º balcao e 2º balcao conforme as vistas e a bolsa de cada um ... hoje sao pequenas salas , dentro de Shoppings, onde os bilhetes sao todos ao mesmo preço e as pessoas se vao empanturrar de pipocas e cola

os filmes tem outra dimensao e sao tantos que nao nos deixam a mesma sensaçao

Beijos e apanhei os teus em duplicado!!
 
Olá!
Sem dúvida que os burgueses íam ao cinema.
Era chic!
Agora já não vão tanto.
Ou vêem na TV, ou em DVD comprado (muito in, mas de grande inutilidade), ou alugam no clube de vídeo.
Mas chic, chic é viajar ao estrangeiro e ter uma casinha no monte, seja no Minho ou no Alentejo.
Lembro-me de todos esses actores.Estavam no auge quando eu nasci ou era rapazinho.
Depois fui tendo a notícia da morte de um e de outro, e de outra...poucos restam dessa geração.
E os da seguinte qualquer dia também começam a marchar.
Bolas!
Antes eles do que eu!

Bonita, singela e original homenagem à tua mãe.

Beijinhos

Beijinhos
 
Estou muito beijoqueiro...ah ah ah
 
Neste dia, um beijo especial para ti, envolto num sorriso...
Até outro instante!
 
Linda maneira de lembrar as nossas mães, que viveram nesses tempos!
Também estou muito ligada a todas estas figuras do cinema.
Beijinhos
 
É bom recordar todas estas figuras do cinema que ainda hoje nos enchem de magia. E é uma forma de homenagear as nossas mães e as suas heroínas do cinema. **
 
Um charme! Ao fazer um ano de blog resolvi em homenagem linkar todos aqueles que encontrei e de que gostei muito. O teu incluído, claro!!
Beijinho, Lu
 
Olá, adorei rever aqui esses rostos que de uma forma muito fugaz passaram também pela minha infânçia. E tudo o vento levou foi a história que mais me marcou na infânçia...Eu queria ser como a Scarlett, rsrs

Mas, acima de tudo, gostei e comovi-me pela singela e sentida homenagem que aqui deixas a uma mulher que, com certeza foi a mais especial na tua vida.Onde quer que esteja agora, está a sorrir para ti.

Um beijo suave
 
Minha mãe não perdia um filme siquer e seu cabelo era como o da Ginger Rogers. Eu vejo quase todos e meu filho os viu também, enquanto minha mãe tomava conta dele.

Estou com um problema para digitar e fico por aqui. Estamos buscando uma solução cibernética. Falta um programa de reconhecimento de voz para Macintosh.

Bom domingo, e desculpe a falta; é por isso.
 
Que linda homenagem amiga! Bom domingo...
 
Enviar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?