quinta-feira, maio 18, 2006

 

Friends forever Amigos para siempre

" In the evening of May 10th we became grandparents of the twin-brothers Jasper and Thijs. The last weeks before were full of tension, because of the health situation of Carola and the fact that one of the two baby's was'nt growing enough and she went to hospital and at last, after 34 weeks, she got a sectio. The two boys look a lot the same (identical twins) but Jasper was 2550 gram and Thijs 1750 gram. They're doing very well. The same with Carola, she left hospital yesterday"


Há uns anitos atrás não havia cá nada destas coisas wireless, cabos, internets, blogs daqui e dali… Havia sim umas revistas que publicavam anúncios de pessoas interessadas em conhecer este ou aquele , aprender esta ou aquela língua e pouco mais. Chamavam-se “correspondentes”. Assim, ia eu nos meus dezassete anos – já usava óculos para a hipermetropia porque sempre quis ver mais do que a vista me permitia – e tinha vários correspondentes em diversos pontos do globo. Um deles era o Wim. Holandês de nascença, estudante de Antropologia, conhecia a Europa toda e já os Estados Unidos. Sempre à boleia.
Conversa puxa conversa ou carta atrás de carta, o tal Wim queria vir conhecer a eterna primavera portuguesa. Estávamos nós a chegar ao Verão e recebo mais uma carta avisando que ia pôr pés ao caminho – tamanho talvez 45 e p’ra cima de 1.90 de altura, chegaria cá depressa…
Como andava em exames, esqueci-me da visita anunciada. Um dia, tocam à porta, fui abrir e lá estava aquela imensidão de altura à minha frente , o cabelo quase branco de tão louro, uns olhos azuis que não se percebiam na foto a preto e branco , uma mochila às costas com o essencial para o dia a dia. Come in..., entre o espanto e a curiosidade , o cansaço de quem andou à boleia vários dias, sem conhecer o sol português.

O Wim voltou várias vezes a Portugal, primeiro sozinho, depois com a família. Nós também fomos visitá-los diversas vezes , na Holanda. Continuámos sempre a dar-nos, a manter o contacto. E agora , acabo de receber a noticia que foi Avô : a sua filha Carola teve dois gémeos que têm um óptimo aspecto, apesar do cansaço visível da mãe.
Fiquei tão contente por eles que não resisti a dar a noticia aqui .
Friends forever - Amigos para siempre

Comments:
Gostava de acreditar que tenho amigos para sempre !
 
há muitas pessoas que passam nas nossas vidas ao longo dos anos, algumas são nossas amigas outras não.
Por vezes, damo-nos na integra cedendo uma grande parte ou a totalidade de nós e elas não o merecem, partem deixam-nos com o amargo vazio da saudade , do que foi , do que não chegou a acontecer...
Outras permanecem , vão ficando e nós também e sentimos por elas uma doce ternura que não encontrámos talvez nos irmãos ou nos primos que deveriam por laços familiares estar mais perto de nós.
Tudo isso nos faz amá-los mais e queremos mantê-los perto de nós mais e mais tempo, como este Wim ou como duas outras amigas uma em Bruxelas outras algures em Brazaville que conheço há anos e nunca ,nunca nos perdemos...
Outra , a São, deixou-me. Partiu para sempre, há anos num acidente de viação - seguiu o outro lado da vida...

outros ficaram pelo caminho; desses não me lembro já porque nem isso merecem.

Mas todos me ajudaram a viver, a crescer, colaboraram comigo para me tornar numa pessoa uma pouco melhor daquilo que era então.
Memórias, sim. Mas não fico a lamentar o passado.
 
Olá
que linda história nos contas aqui.. eu acredito na amizade para sempre, felizmente mantenho alguns que tenho a certeza serão Friends for ever! Bjhs
 
Greentea

Que notícia ternurenta nos dás, hoje!

Os amigos estão sempre connosco...nunca os perdemos.

Quem fica pelo caminho... não são os amigos.

~*Um beijo*~
 
Gostei!com amizade o mundo ate parece uma ervilha, de tão proximos nos sentirmos do outro!

Felicidades para o avô, um beijo para ti, verde como o chá, vermelhinho como a cereja :)

e em vez de açucar, adiciona, riso, pois então :)

Van
 
HOLA GREENTEA :
LOS AMIGOS SON PARTES DE UNO .
" EN TODO TIEMPO AMA EL AMIGO Y ES COMO UN HERMANO EN TIEMPOS DE NECESIDAD " , DIJO EL REY SALOMÓN .-

Y ES UNA GRAN VERDAD .

TE SALUDO Y
MUCHAS GRACIAS

ADAL.-

SHALOM
 
Tão bem que me soube o chá que deixaste ontem no 125. Sim, e as cerejas também. Obrigado,Linda!
E o teu post de hoje é um convite a acreditar nos laços firmes que nos prendem aos que escolhemos para a nossa vida. Beijinho
 
Que bom... eu também tenho uns amigos para sempre e é como com os irmãos, sabes? estão e estarão, se Deus quiser, em todos os escaninhos do cérebro e fazem parte das nossas células, embora desgarrados do corpo. beijinhos!
 
Sim, acredito nos amigos para sempre! É possivel...Devemos fazer com que seja possível...
Que linda história de amizade, adorei!
Beijinhos
 
Muito bonita essa amizade de tantos anos! Parabéns ao seu amigo! Beijos da Ursa :))
 
Olá Greentea.
Gostei da tua história.

Há muitos anos atrás haviam essas ligações de verdadeira fraternidade,boa amizade, de amor entre as pessoas.

Aquilo a que chamamos evolução, deixou muitas dessas coisas pelo caminho.
Eram amizades sãs e puras, que nos entusiasmavam com "pequenos nadas".

Punham-nos o coração aos pulos, na sua inocência comandados pela ansiedade.
Eu sei como era, senti isso.
Tive experiências mais ou menos análogas mesmo por cá, no nosso Portugal.

Perdoa-me e deixa-me contar-te uma coisita muito breve, entre dezenas delas.
Não é igual, mas o que narraste, não sei porquê, fez-me recuar no tempo.

Nas férias, todos os anos, tinha de ir passar uns 15 diitas fora, à serra, (Vale de Cambra, dista de Aveiro uns 50 ou 60 Kms) diziam-me que era "para abrir o apetite."

Quando estava para ir, uns dias antes, e mesmo quando lá chegava, sentia essas sensações, estranhas mas maravilhosamente boas, eu sabia que ía encontrar "A,B,C D"

Também neste percurso da minha vida, criei e sedimentei grandes e boas amizades, que ainda hoje se mantêm, embora aqui, estejamos todos a "dois passos"

Recordo com saudade a primeira vez que fui para a "estancia" que era em casa duns familiares.
Como não tinham telefone, eu levava uns postais dos CTT que haviam.

Nem nem me lembro bem quanto custavam, creio que era um escudo.
Só sei que se metiam no "marco do correio" sem selo, ( o que mexia comigo, ainda hj sinto a estranheza ) já que estava tudo pago quando se compravam nos CTT.

Levava um para cada dia, e era minha "obrigação" todos os dias escrever um à minha mãe, a relatar o que se passou no dia anterior.

A primeira vez,e no primeiro dia, eu não pude vir brincar para a rua, porque chovia, então tirei-me dos meus cuidados, e nesse mesmo dia aproveitei, e escrevi-os todos.

A minha tia, uma santa mulher, que ainda hoje é viva e bem disposta, ralhou-me, mas nada disse aos meus pais.
Ficou com eles guardados, não fosse eu metê-los também todos de uma só vez, no "marco".

Em cada dia que passava, la me ía dando um, e mandava-me metê-lo na tal caixa dos CTT, ainda hoje sinto isso, é que aquele gesto, era também uma saudade que ía para casa.

Recordei tudo isto com nostalgia, acredita, e fez-me bem ler a tua história, embora nada tenha a ver uma coisa com a outra,mas senti que havia de algum modo,um entrosamento de sentimentos sentidos, hoje à distância.

Eu sei que havia assim esses contactos, e que muitos se mantiveram pela vida fora.

Gostei de cá vir,como sempre.
Tens uma "casa" maravilhosa, sempre linda, que entusiasma.

E hoje particularmente, fizeste-me sentir sensações boas e antigas e mexer de algum modo, no meu baú de recordações:)
Um beijinho para ti
 
que hermoso
te felicito, amigos para siempre, ojala todos pudieran decir lo mismo, hoy la amistad no se da asi con tanta entrega y cuando se encuentra se cuida como un verdadero tesoro
gracias por tus bellos saludos en Sucesos, si ahi esta como soy, como vivo y siento, y aunque en etos momentos la vida se me hace dificil...muy dificsl por mil sucesos dolorosos, vuelvo a mirar al cielo y tomar fuerza
creo que a vida te da y te pide, t de todo crecemos
escuche a Cesaria Evora, tiene una voz maravillosa y canta bello
solo que aca no llega su musica
ademas que el idioma que tu tienes para mi es magico y es bello, escucharlo, leerlo...
no lo escribo, pero lo aprendi y me fascina
un abrazo enorem y mil gracias por tu compañia
que sea un viernes lindo
mil besos y mil gracias

ahhh Serrat canta y dice: Decir amigos...es decir ternura

y para mi la ternura es maravillosa
mil besos


besos y sueños
 
é optimo estar neste espaço... é lindo o blog
 
Querida Greentea!

Cada um de nós tem suas próprias experiências e maneira de sentir. Eu diria que num lugar ideal, além do tempo terei para sempre quem eu gosto, quem eu amo, por mais que a vida e as circunstâncias possam me separar das pessoas queridas como muitas vezes já o fez.
Mas, por favor, tome muito cuidado sempre, pois creio que devemos confiar desconfiando. Eu confio desconfiando até de mim mesma.

Beijos!
Felicidades para ti, amiga!
 
Enviar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?