sexta-feira, maio 05, 2006

 

Duas bicas cheias

Entrei na pastelaria para tomar um café. À entrada, junto do balcão estava um retriever preto, bem tratado, deitado aos pés do dono. Tinha uma trela diferente do habitual , mas não liguei, estava com pressa. Enquanto esperava um lugar junto do balcão fiquei ao lado do dono do cão. Um homem novo de camisa aos quadrados, que bebia uma bica. Estava acompanhado , conversava com uma mulher jovem, vestida com uma t-shirt verde limão, cabelos pretos meio-compridos.


Entretanto, arranjei lugar e fiquei em frente deles. A mulher pediu para lhe encherem mais a chávena do café. Voltei a reparar nela, agora de frente. Tinha qualquer coisa metálica debaixo do braço, que não identifiquei. Os dois conversavam sorridentes, animados. Tinham ar de marido e mulher, mas ostentavam um ar profundamente feliz enquanto trocavam cumplicidades e riam, alegres , bem dispostos. Acabaram de beber as suas bicas, ele deixou a colher dentro da chávena. E falou qualquer coisa com o cão: combinaram que a guloseima ficaria para mais logo. Pagaram e receberam o troco.
O cão preparou-se para sair. Eles seguiram-no , de braço dado.
Ambos eram cegos.

Comments:
Um post de ternura. E um belo exemplo.
Bom fim de semana, por Sintra
 
Tão bonito, Greentea!
 
Bom dia Greentea!
Bonito o texto! A lembrar que mesmo sendo invisual nao se deixa de ver os outros e de os sentir, e de disfrutar dos pequenos prazeres.
Bom fim de semana!
Bjico
 
Ternurento, os sentimentos não vêm...
Beijinhos.
 
Pior somos nós os que vemos e achamos que só por isso somos superiores. Esquecendo a ternura do toque, o sabor do paladar e do cheiro e as palavras ditas baixinho.
 
ternurenta a tua escrita, por vezes não vimos os que eles conseguem ver...
beijocas de bom fim de semana
 
Lindo exemplo de sinceridade :)
Era bom que acontecesse mais vezes, ajudava um pouco mais a sociedade libertar de certos preconceitos.

Foi LINDO!
 
que bonita história!
que lição simples... do dia-a-dia!

atrevo-me a usar um provérbio popular

"mais cego é aquele que não quer ver!"

beijinhos!
tem um dia muito feliz
 
as palavras que nunca te direi :

-foste ao cabeleireiro ? nem parece , estás toda desgrenhada...
-tinhas-me prometido que não cortavas o cabelo...
- amarelo, cinzento, ruivo, madeixas ?...
- estás velha, pareces uma velha...
- essas calças, tão justas, pensas q tens 15 anos ?
- de encarnado, de verde-alface, de azul, já sabes q não gosto dessa côr
- cada vez estás + gorda
- vais assim para a praia, o cinema, o supermercado ?
- não vês a curva, aquele a ultrapassar, não metes outra mudança ?
- a casa está TODAAAAAAAAAA desarrumada, tudo SUJOOOOOOOOOOOOO, fora as teias de aranha no tecto...
e por aí adeante!

Talvez por isso quem não vê , aceita o q tem sem discutir a gordura ou as rugas do outro, o gosto discutivel de uma tshirt ou de uma calça já fora de moda ou um penteado estiloso.
Não vê , por isso provavelmente realça as qualidades de que se apercebe, sem discutir as outras e aprofunda os sentimentos pela necessidade de partilhar com o outro não apenas o dificil dia a dia de se ser cego, mas o bem estar, o "aconchego", o carinho que ambos transmitem ao outro...
 
Greentea

Este casal vê... com os olhos do coração.
Só esses olhos são capazes de ver... o essencial!


~*Um beijo*~
 
Amiga bom fim de semana,
O teu texto curto e incisivo, remete-nos para o mundo dos invisuais...que nós não conhecemos, mas que é igualzinho ao nosso...só que eles, têm uma maneira de "olhar" diferente...
Concordas?
Beijinhos
 
Há amores assim delicados... servem para nos lembrar de contar as nossas bençãos.
 
há tanta coisa fútil que nos desvia o olhar!!!!

há mesmo!


vim desejar-te um bom fim-de-semana e um dia da mãe muito feliz!
 
já te tinha dito que gosto muito do que escreves???bjos
 
Pois é, querida amiga!

Este cegos da história tão bonita, eram-no apenas dos olhos! Na ternura, talvez na partilha; na vivacidade não seriam de todo cegos.

"O pior cego é aquele que não quer ver".

Esse sim, é que me dá uma pena...

Um bom fim de semana e parabéns pela história tão ternurente.

Beijinho

José António
 
Olá, Greentea! O interessante é que o casal chamou a sua atenção pelo amor entre eles e não pelo fato de serem cegos. Muito bonito! Beijos da Ursa
 
ADOREI

O modo como exposes-te o facto.

A maneira carinhosa como escreves.

O amor que esse casal, te transmitio e, que tu como boa observadora nos transmitites.

Deves ser uma pessoa muito bem para com a vida.

Desejo-te as maiores FELICIDADES do mundo e, que continues a transmitir o que observas por aí.

BOM FIM DE SEMANA

BEIJINHOS
 
É assim, minha amiga
que o bem se vai espalhando!
A atenção é devida
A quem se vai esforçando
Para fazer deste Mundo
Um local também melhor...
Às vezes, quem vê mal,
É só quem não tem amor...

Louie, The Heart Worrior
 
não vêem mas vêem de um modo e formas diferentes que nós nem damos conta

:)

nota: muito bonito o texto
 
Enviar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?