quarta-feira, maio 31, 2006

 

Cabelos de Lua Cheia

Ontem a125azul fez um post sobre manias e gostos de cada um. Ela não vai ao cabeleireiro. Eu também não!
Entro num cabeleireiro qualquer, seja qual fôr, e fico cheia de dores de cabeça. E a primeira coisa que faço depois de me ver livre "daquilo" é desmanchar tudo e pentear-me à minha maneira. Já me questionava sobre tão intrincado problema, dava voltas à cabeça, pensava mesmo em fazer uma regressão a vidas passadas para saber a origem do trauma (algum marido de outras vidas que me teria arrancado os cabelos ou a Inquisição...quem sabe?).
Há tempos, mais um sobrinho se casava lá em cima na distante Guarda. Vai-se de véspera porque a viagem é longa e para não irmos às pressas no próprio dia. Elas, as outras sobrinhas , irmãs do noivo, amorosas como são sempre para mim, vieram logo saber se a "Tia" queria marcar o cabeleireiro porque era muita gente e tal e tal...
Contrafeita, disse que sim. Mas realmente até precisava de dar um corte no cabelo e lá me predispuz à tortura.
Sim , que para mim é uma tortura!
A cabeleireira era um espectáculo... percebeu logo o meu drama, não me massacrou com comentários desnecessários, ajudou a escolher o corte e o penteado despenteado natural e simples como eu gosto .
E saí encantada, não tive dores de cabeça e fiquei cliente.Agora só vou ao cabeleireiro na Guarda!!

Entretanto, fiquei a pensar no post da 125azul; e não é que me lembrei do motivo das dores de cabeça : quando era pequena , havia o horroroso hábito de puxar os cabelos das tristes criancinhas e apanhá-los num travessão ou gancho a que se adicionava um laço a condizer com a cor do vestido. Para manter toda aquela armação, a minha mãe aplicava um "fixador" qual gel dos tempos de agora, que eu bem detestava e me fazia encrespar todos os sentidos, amaldiçoando semelhante moda, tudo isto em silêncio, contendo a minha raiva porque na época também era moda os meninos acatarem respeitosamente o que as mamãs diziam ou faziam... Outros tempos!
Obrigada , 125azul.

Enquanto procurava fotos para pôr no post encontrei um artigo super-interessante sobre o cabeleireiro da Lua e as vantagens de cortar os cabelos em fase de Lua-Cheia, em
www2.uol.com.br/cabelos.conteudo/materia/materia_25.html

"Há 20 anos, o cabeleireiro francês Djélani Maachi testou a influência da lua no cabelo e descobriu que o melhor momento para cortar é na primeira noite dessa fase. Os fios ganham força, vigor e volume, além de se alongar visivelmente mais rápido que na crescente. Desde então, a cada 28 dias, seu salão parisiense fica aberto até a madrugada para atender a suas fiéis belles de nuit que buscam tais benefícios capilares."

Vou já fazer as malas, porque a Lua Cheia está a chegar!!!

Comments:
Delicioso post.
Também eu tenho más memórias dos cableireiros e dos penteados da mãe (doía tanto: isto não é um cabelo é um ninho de ratos, dizia ela!).
Beijos
 
encontramo-nos em Paris então , na próxima Lua Cheia?...
 
http://vagueandoporti.blogspot.com/

O amor não é uma riqueza a ser acumulada,
mas uma fragrância
que você deve sempre compartilhar.
Quanto mais ele compartilha,
mais ele aumenta.
 
Amiga,

Fizeste-me sorrir. Também eu só vou ao cabeleireiro a cada dois anos ou mais.Não gosto e nunca me interroguei o porquê dessa aversão.

A verdade é que eu tinha cabelos longos, delicados e finos, e sempre acabava por chorar na hora de fazer "penteados de festa". :))))

Fico à espera da Luacheia, também.
:)))

Beijinhos grandes
 
será que não pega moda cá e não haverá nemhuma alma mágica que abra o "salão" nas noites mágicas de Lua Cheia...???

ao longo das minhas deambulações pelos salões de cabeleireiro -cada qual pior que o anterior - encontrei dois profissionais que me encantaram mas nunca mais lhes vi o rasto ; qualquer deles manifestamente gay, mas com umas mãos fabulosas que massajavam o couro cabeludo com sabedoria e delicadeza e uma técnica de corte e arte de pentear espectaculares. O Alex estava no cascaishopping; o toni, um brasileiro de cabelo aos caracois e madeixas amarelas andava pelo carrefour. Nunca mais os vi...
 
Desde já, agradeço o comentário feito no meu blog. Se puderes aparecer em Óbidos é optimo!
Em relação ao teu post...também tenho más recordações dos puxões de cabelos e dos travessões que a minha mãe insistia em pôr-me no cabelo. Mas já lá vai.
Cabeleireiros? Duas vezes por ano, e já é muito ! ;)
 
Paris..na lua cheia, nada mau!!

Obg pela visitinha, volta sempre eu farei o mesmo:)
 
Olá querida,
adorei o teu post e tal qual tu, eu odeio cabeleireiros, tenho uma amiga cabeleireira, por isso nem pago nada, mas só lá vou mesmo para cortar o cabelo. Detesto o ar com que venho quando saio de lá, chego a casa e despenteio-me logo ah ah. E é verdade, quando era pequena e como tenho cabelo muito encarolado a minha mãe teimava em o esticar num grande rabo de cabelo, deve vir daí a minha aversão... Cuidado com a lua cheia.. Bjhs
 
afinal não sou só eu ...que tenho más lembranças de cabeleireiro e de penteados de mãe, à antigamente...
 
O ****** do indivíduo que me cortou o cabelo há dias merecia que lhe cortasse os t*****
 
fizeste-me rir ant!!!!!!!!!!!!!!!
vês , à próxima só cortas o cabelo em noite de Lua Cheia, in Paris....

(aqui para nós, tive essa vontade tanta vez ao sair dos ditos cabeleireiros e depois de pagar um dinheirão, que eu em casa tinha feito melhor!!
 
Adorei :))) Também eu não tenho muita paciência para cabeleireiros. Vou ao cabeleireiro umas duas vezes por ano cortar e fazer nuances (para disfarçar os brancos). Mas lá ja sabem... nada de brushing e o mais despenteado possivel.Também tive uns suplicios em pequena porque tinha o cabelo enorme e tinha uma tia que adorava fazer me penteados: rabo de cavalo, tranças, ora uma ora duas, rabiços, bandós...e ainda por cima nessa época não haviam produtos para ajudar a desembaraçar os cabelos :(Já conhecia de certa forma a influência da lua no corte de cabelo... mas não levada a esse extremo de ter de ser de noite... acho que vou ter que aprender a cortar o meu cabelo.Beijinhos!
 
A Lua Cheia trás do Sol aquele reflexo maravilhoso em forma de Luar. E tudo se predispões ao amor! À contemplação da escuridão iluminada.

A alma eleva-se, o corpo acompanha-a e ois dois, fazem a festa da vida, do amor e da alegria partilhada até mais não.

Quando a lua sai da posição de Lua Cheia, percorre o resto do ciclo, até ganhar outras forças e poder mostrar-se em todo o seu esplendor.

E será assim até haver, Terra, sistema solar, Lua, integrados na Via Láctea.

Um abraço.

José António
 
eu amanhã vou perguntar ao pai dos gémeos a morada deles sim? depois coloco no meu blog ok? Vou também tentar saber ao certo as necessidades mais urgentes, como leite, etc! Bjhs
 
ufa! ufa!!!!!

bolas... isto não está fácil!!!!

amanhã! se não for detida!!!!
que, a vontade é não deter... pegando no post abaixo!

lindo!
(este fica para outro dia... :()
beijinhos
dia muito feliz!
 
Eu também detesto ir ao cabeleireiro, só lá apareço para cortar o cabelo de dois em dois meses. Ficamos sempre com um aspecto de cabeleira postiça, não é? E depois aquela mania de que a moda para aqui e a moda para ali, um suplício. Felizmente que o meu cabeleireiro já sabe do meu desinteresse pela moda e me deixa em paz. Este desconforto também já vem de pequena. Lembro-me de uma vez ter chegado a casa e ter lavado a cabeça e desmanchado os caracóis que me tinham acabado de fazer, o que deixou a minha mãe muito triste.
Um beijo.
 
Bora lá organizar uma caravana para Paris, tou a precisar da tosquia anual!
 
Giríssimo!
Também detesto cabeleireiro, penteados, laca, ganchos, tintas...
Só vou cortar o cabelo e quando de lá saio venho despenteada...é como gosto!!!!Tipo selvagem!
Dica engraçada, a da lua cheia...
Bjinho
 
Eu gosto muito! Adoro quando me lavam a cabeça e fazem aquelas massagens deliciosas...

Como tenho o cabelo fino, raramente me fazem doer, mas também por isso, raramente vou ao cabeleireiro, pois em casa lavo e seco rapidamente.

Que saudades dos penteados que a minha mãe fazia...ou seria das massagens??

Beijinhos :)

ps: contem comigo!!
 
que increible algo que las mujeres siempre hacemos tan importante nuestro cabello y un buen peluquero
y que nos encanta que nos arreglen lindas
un abrazo y mil gracias por tus saludos lindos en Sucesos
mi abarzo y muchos cariños
gracias por todos tus bellos regalos que me enviaste, te enviare un correo
muchos cariños


besos y sueños
 
adorei o post

e revi-me um pouco por aí

:)
 
Olá, achei engraçado o post. Raramente vou ao cabeleireiro, falta de paciência mesmo. Quanto ao corte do cabelo, sempre ouvi a minha avó dizer que, deve ser cortado na lua de quarto crescente, assim cresce mais rápido e mais forte. Obgda pela sua passagem no meu cantinho. Volte mais vezes :). Beijinho com carinho :)
 
Enviar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?