segunda-feira, abril 10, 2006

 

Agradecer

... Sérgio contou uma história onde um grupo de pouco mais de 10 índios foram trazidos do Planalto Central para São Paulo, com a finalidade de participarem de uma festividade onde atuariam e seriam homenageados. Ao chegar em uma das marginais, o motorista da van sugeriu que eles fossem almoçar numa churrascaria rodízio, em função do avançado da hora. Isso foi feito e todos os índios entraram na churrascaria, serviram-se fartamente da mesa de saladas e, quando começaram a passar espetos com os diversos tipos de carnes, todos eles se recusaram a comer. O motorista, quase indignado, quis saber o motivo de não aceitarem aquelas carnes, pois se tratava de uma
churrascaria de categoria. A resposta veio muito rápida e foi parecida com esta: “Estas carnes não são consagradas. Estes animais são assassinados. Índio quando precisa caçar, entra na floresta, faz prece ao Grande Deus, pedindo que mande o animal que possa se sacrificar para que a tribo possa se alimentar. Então, o animal se apresenta para que possamos caçá-lo e nos alimentarmos. Estas carnes que vocês servem aqui não foram consagradas e por isso nós não as comemos”.
Você que me lê, será que entendeu o que aquele índio quis dizer? Simplesmente o índio agradece a todas as coisas que a natureza lhe dá. Ele procura entrar em harmonia e comunhão com tudo o que existe, pois reconhece que todas as coisas fazem parte de Um Todo.

Pense um pouco, você que me lê; imagine quantas pessoas passaram por este processo antes de você estar diante de um computador e poder ler o que aqui escrevi? Para nascer você teve pai e mãe, mas não foram só eles que lhe ajudaram a nascer e viver. Um hospital que foi construído por dezenas de trabalhadores, um médico, uma ou várias enfermeiras, uma parteira ou um anestesista, o pessoal da limpeza do hospital, o pessoal da cozinha, do administrativo, etc... Um mundo de gente participou do seu nascimento e você nem se lembrava disso.Aí, você bebê vai para casa e fraldas, cueiros, mamadeiras, ou empregada, ou babá, ou vovó ou titia, etc... quantas pessoas passaram no seu caminho e ajudaram o seu desenvolvimento em seus primeiros dias? E você nem se lembrava disso. Começa a andar, vai para a escola... suas roupas (quantas pessoas para produzir as roupas que você usou todos estes anos? Quem plantou o algodão, quem o colheu, quem o industrializou, quem o comercializou, quem o distribuiu, etc...) Veja a cadeia que nos envolve...Hoje você está diante do seu micro.... quantas pessoas passaram em sua vida, até hoje? Quantas pessoas foram envolvidas e, de alguma maneira, participaram para que esta mensagem chegasse até você e pudesse lê-la? Assim é o universo . Tudo está interligado. Tudo é uma rede só de comunicação. Tudo tem que ser compartilhado, pois todos estamos no mesmo barco.
“Você tem agradecido a tudo e a todos que o ajudaram a chegar até aqui? ”? Ainda não? Então, comece agora a agradecer a tudo e a todos. Coloque o maravilhoso hábito da gratidão em sua vida. Agradeça a todas as coisas: ao ar que respira, às cores que vê, o brilho do Sol, o luzir da lua e das estrelas, o verde das plantas e matas, a água da torneira ou da chuva ou da fonte, ou do rio e do mar. Agradeça ao fogo que aquece e cozinha e por isso transforma e cura e, principalmente, à Mãe Terra, a Patcha Mama, como falavam os Incas. Ela o recebe há milhares de anos para você viver todas as experiências evolutivas e nós a depredamos, agredimos, violamos, poluímos e não agradecemos por tanta generosidade.Alguém, hoje, fez o pão para você comer, a manteiga que passou no pão, o leite foi tirado da vaca, o café colhido e industrializado, a xícara ou o copo de que se utilizou, sem falar da cana de açúcar, de cuja colheita centenas de bóias-frias participaram, antes de chegar à moagem a industrialização. Você agradeceu a algum deles? Você pensou em ter gratidão por estas pessoas? Lembre-se: a gratidão nos liga à Fonte. A gratidão nos deixa em harmonia com nosso Eu Superior. A gratidão faz muito bem à saúde e, principalmente, traz a paz. Experimente agradecer e verá como se sentirá. Eu agradeço por ler meu artigo. Muito obrigado! Ry chy kay ará!
adaptado de um texto de Irineu Deliberalli - Somostodosum
E eu também agradeço por terem lido este post e terem vindo ao meu blog.
Tenham um BOM DIA!
Pinturas em tempera acrilica de Roberto Ciganini.

Comments:
Obrigado pela sua visita e comentário ao meu Blog.
Gostei do seu e vou certamente passar por aqui muitas mais vezes.
Quanto ao Bonsai, é uma paixão "antiga" que só agora concretizei, vamos a ver...mas só o simples facto de pronunciar a palavra "Bonsai" me dá Paz, Equilibrio e Harmonia, que é o que eu gostava de obrigar o Mundo a Ter! ;)

BB
)O(
 
BOM DIA!!!!!!!!!!!!
Bom dia Erva do Chá Verde!
Hoje, cheira tanto a Primavera...
Já volto!

(explicaste à Jarineira Aprendiz alguma coisa sobre os nossos sonhos-devaneios-loucuras-sãs?)

beijos, um dia muito feliz!
 
não expliquei nada, sa.ra
mas a jardineira esteve aqui e o meu post de ontem é bem elucidativo!!!!!!!!!!!!! Viste? Dreams...

E a estrela voltou!
 
Querida amiga!
percebo perfeitamente o que acabaste de escrever aqui!

percebo tão bem...
vejo os frígoríficos das carnes e peixes nos hipermecardos e penso:
"não está aqui ALIMENTO... não está a benção de vida que foi sacrificada... está aqui negócio... carne criada como quem cria parafuso... morta, assassinada para que seja feito bom negócio com ela... para que haja lucro, muito e rápido... está aqui a angústia destes animais criados para serem cotados na balança da trasacção... não são alimento"...

Penso tantas vezes nesta distância entre aquele que nos alimenta e o nós próprios... talhantes, fornecedores... destribuidores... e tantas mãos que não trazem alimento - apenas participam deste negócio que é "comer"

Excelente reflexão sobre o que realmente nos alimenta!

Beijonhos!
um dia muito feliz!
 
Sobre a FUNDAMENTAL LEI DA DÁDIVA:

tem graça que estive a colocar aquele post, porque tinha de o fazer... porque me senti muito grata por ele, por tê-lo lido!

o mesmo aqui!
este post é um hino à dádiva, que antes de mais é o dom de nós próprios!

por isso, só resta dizer-te:
OBRIGADA!

beijos, beijos
 
sim, reparei que a Noite continua com estrelas...

mas não percebi nada do que aconteceu...

nunca estou online ao fim-de-semana...

voltei e vi um post... o resto foi-se...

li em alguns comments coisa sobre atitudes menos correctas... mas continuo semperceber muito bem...

de certa maneira, Greentea... acho que a Estrela deveria descansar... preocupa-se a ideia de continuar apenas por receio ou para não "decepcionar" quem a lê e lhe dá apoio...

deixe-lhe num comment antes, que se se sente mesmo com necessidade de ficar sozinha, de descansar deve fazê-lo...


não sei... temo que esteja em esforço... com medo de PERDER os "amigos"....

temo que esteja em esforço... tem-se exposto também a tanta agressão...

por isso não percebi...
 
ALGUÉM fez um post com as cinco "manobras" para criar audiencias
a estrela ressentiu-se com isso, como se ela se estivesse a expôr desta forma como meio de ganhar audiencias no blog
e então apagou tudo o que estava para trás

acho q tem de haver um minimo de respeito pelo sofrimento dos outros, por certos tipos de sofrimento, pela perda de um filho e pela dor que fica
mas as pessoas não entendem
não entendem nada disso

olha, perdi dois dos meus cães no verão passado e ainda hoje não me refiz, nem o cão que ficou ...
 
Lindo! Eu faço isso, conto as minhas benção todos os dias. E não como carne... beijinhos, semana feliz
 
Minha querida. Agradeço por manter o meu Blog vivo. Que saudades!!
Beijos!!!! Santa.
 
Encontrei a porta aberta e entrei... ;-) Belas imagens, muito belas! Tens razão em nos dares a conhecer este texto: é tão fácil esquecermo-nos da Vida.
Bjs
 
sem palavras. verdadeiramente.
 
olha... não sei se entendi bem... mas por acaso passou pela cabeça de alguém que a Estrela esteja a sofrer a morte de um filho para ganhar audiência na net?

e que coisa é essa das "manobras" para ganhar audiência?

não me digas que já foram desenvolvidos conceitos de comunição de sucesso via blog?
é para isso que os blog servem, para terem audiência?


(siceramente... o meu blog existe desde janeiro e ... não percebo grande coisa desta blogoesfera!)

que crueldade absurda... e que tremenda falta de respeito para com o outro, pelo seu sofrimento, pela sua dor!

enfim... caramba!

olha, vou lá dar-lhe um beijo!
AGORA!
 
Obrigada! Obrigada por te ter conhecido e poder ler o que escreveste... faz-nos pensar como tantas vezes, ao longo da vida, somos tão rápidos que nem temos tempo para amar o que a Vida é!...

mais uma vez, obrigada...
 
Começo por dizer que gostei muito das pinturas, e do texto, bem "sintonizadas" - texto e pinturas.

é verdade, nalgumas coisas eles mostram determinados valores,
numa coisa tão simples.
só o simples facto de acordarmos devia implicar um agradecer

:)
 
Agradecer... e acrílicos que conjugação!
Texto e pinturas encontram-se em perfeita harmonia.

Agradecer é o que mais gosto de fazer... Agradeço à natureza, agradeço às pessoas, agradeço, agradeço...não me canso de o fazer.
Felizmente, sou retribuída, mesmo que não o fosse continuaria a agradecer.

Muito Obrigada, Greentea
Feliz noite!

~*Um beijo*~
 
"Lembre-se: a gratidão nos liga à Fonte. A gratidão nos deixa em harmonia com nosso Eu Superior. A gratidão faz muito bem à saúde e, principalmente, traz a paz."
Nada mais verdadeiro....e fácil de aplicar!
Muito bom este post, Greentea! Sempre com preocupações visando a pessoa e a sua comunão com a Mãe-Natureza, para assim atingir o equilíbrio, harmonia, felicidade.
Bjinhos
 
Obrigada Greentea...
Amo este post, que liiindo... Sabes que eu já gosto destas coisas, mas fico muito mais feliz quando encontro noutros blogs essa mesma intenção: educar o Novo Homem. Tenhamos pois, Gratidão! beijos
 
Desejo que muitas gentes, muitas mesmo! leiam o que vc. postou hoje. Porque é verdadeiro, porque está claro e límpido e porque está lindo e porque precisamos ter consciencia e respeiro à vida.
Que a Mãe natureza também te agradeça e abençõe, hoje e sempre.
um bj. Angela
 
que bom ter-te visitado e que bom ter lido o teu post... é urgente nunca nos esquecermos.
xi
maria de são pedro
 
Começo já por agradecer ter feito este post, esquecemo-nos muitas vezes que precisamos de todos para sobrevivermos, este alerta faz-nos parar para reflectir.
Beijinhos.
 
esquecemos de agradecer tanta coisa que temos

para só pensarmos no que não temos...
 
Muito bonito este post. Concordo completamente com o texto. Vivemos muito centrados em nós e raramente despendemos tempo para pensar que esse nós só foi possível graças a umas boas centenas que nos rodeiam. Muito bem pensado! Muito bom!
 
Good luck for your Blog, I like the paint, and your work for the animals! I'm verry sorry because I don't understaind portuguese linguage!
Simonpierre
 
Enviar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?