sábado, março 25, 2006

 

NÃO ÁS ARMAS!





EDUCAÇÃO 24-03-2006 - 11h11Lisboa: crianças e adultos baixam armas de brincar contra a violência Crianças e adultos vão hoje "baixar as armas", no Liceu Francês, em Lisboa, através da deposição de brinquedos bélicos que vão ser destruídos na próxima semana, numa iniciativa contra a violência imaginada por um aluno de 12 anos.
(O PÚBLICO DE 24.03.2006 )

UMA INICIATIVA EM QUE TODOS DEVIAMOS COLABORAR!









Em casa, não oferecendo brinquedos agressivos, armas e congéneres, às crianças.

Nas escolas e nas ruas , promovendo manifestações identicas.

Comments:
Apoiado a esssa iniciativa!
Concordo em absoluto...
Ainda me lembro quando os desenhos animados que passavam na TV, que faziam as delícias das minhas filhas, nada tinham de violência, como por exemplo a Bana e Flápi,
Marco, Heidi...
Agora, metem medo!
Vivi, jovem, quando "se fazia amor em vez de guerra"...
Bjinhos
 
tb sou dessa época , girassol
há pouco vi num jornal o regresso de Joan Baez...
Lembras-te?
beijos para ti.
 
nunca ofereci...
muito bem...
jinhos
 
Também sempre me recusei a oferecer brinquedos bélicos. Há tanto brinquedo bonito, para quê as armas?
(Respondi ao teu cartão lá no meu cantinho)
 
E deixo aqui também o meu não às armas: NÃO!! :o)
Bom fim de semana :o)
 
nekynho :
podias promover uma manif lá nas Itálias - abaixo os brinquedos bélicos para as crianças!!!!
 
Os miúdos têm uma atracção especial por estes objectos... Cabe aos adultos e a todos que os rodeiam oferecer-lhes outros e educá-los no sentido de se interessarem por jogos e passatempos saudáveis.

~*m beijo*~
 
é aí mesmo que se pretende chegar , rosmaninho

para evitar as cenas de violencia a que temos assistido ultimamente
 
Olá, Greentea, boa noite!
Este post é muito oportuno! Quantas vezes já pensei e já referi isto como um problema a atacar.
Efectivamente, os adultos são muito permissivos na educação das crianças. Bom, na realidade, somos permissivos em quase tudo.
Quem manda em nós é o «mercado», as marcas e as modas...
A sociedade é em geral manipulada pelo mercado para adquirir hábitos de consumo que são a maior parte das vezes não recomendáveis e eticamente incorrectos.
O teu blog é muito pedagógico! Preenche um espaço interessantissimo, e que está completamente «vazio». Tem um papel de «intervenção» numa área muito carente, a social, chamando a atenção das pessoas para responsabilidades sociais cada vez mais ausentes.
PARABÉNS e espero que tenhas MUITO SUCESSO!
 
Bom dia Greentea. Obrigada pela visita. Concordo contigo em que não se deve oferecr brinquedos violentos às crianças. Mas neste momento até na televisão tem tudo a ver com a violência. Agora isso tem a ver com os pais. Eles sim é que têm de ensinar aos filhos o que está errado.
Um beijinho de bom dia.
 
se estivesse mais perto apoiava esta iniciativa,assim vou fazendo a minha parte junto dos meus pequeninos(primos e afilhados)para descobrir o prazer de brincar ao ar livre com coisas simples qua a natureza nos oferece,sujar as mãos sentir o cheiro dos elementos...eles adoram! Beijo para ti
 
Concordo contigo. Espero que esta iniciativa seja uma de muitas que se seguirão ...por todo o lado.
A violência prolifera à velocidade da luz por esta Terra que já foi tão linda e pode vir a sê-lo. Assim o queiramos todos, mesmo todos.
Um beijo
 
não sendo cientificamente líquido que brincar aos índios e cowboys faz os rapazes e raparigas mais agressivos, SUBSCREVO a ideia no geral. b'dia e b'domingo. Bjinhossss.
 
Para a T.

Há alturas em que já não dá mais para estarmos calados

assistimos à violencia a toda a hora na TV, na rua , no jornal, no vizinho da porta ao lado
sabemos das atrocidades praticadas contra seres humanos, crianças, animais , bebés...´natureza...

É época de intervir cada vez mais, para podermos ainda viver neste planeta por mais algum tempo.

Também é bom brincar aos indios e aos cowboys que soubermos respeitar aquelas populações, se simultaneamente aprendermos os seus costumes ancestrais, a sua cultura. A violencia não controlada , o desrespeito pelos outros e pelos animais, pela natureza, transforma-se mais ytarde em agressividade não controlada, que é imperioso conter.

Brinquei muito a fazer "jantarinhos" de terra amassada, decorados com flores e "legumes" vários; amassei muito barro na praia do Baleal, que o havia, e faziamos concursos em conjunto.

Hoje os psicólogos dizem que isso é bom, na altura poucos o saberiam...
 
afinal acabei por responder tb à alma, à beatriz, ao spartak e à alfazema.

Bom dia para todos, com uma hora de atrazo, que me apeteceu acordar à hora de ontem...
 
100% de acordo!
 
Enviar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?