quarta-feira, março 15, 2006

 

...naquele paraíso



Chegavam às primeiras casas de Sintra, havia já verduras na estrada e batia-lhes no rosto o primeiro sopro forte e fresco da serra.
E a passo , o break foi penetrando sob as árvores do Ramalhão. Um ar subtil e aveludado circulava, rescendendo às verduras novas: aqui e além, nos ramos mais sombrios, pássaros chilreavam de leve; e naquele simples bocado de estrada, todo salpicado de manchas do sol, sentia-se já, sem ver, a religiosa solenidade dos espessos arvoredos, a frescura distante das nascentes vivas, a tristeza que cai das penedias e o repouso fidalgo das quintas de Verão…Cruges respirava largamente, voluptuosamente.
A Lawrence onde é? Na serra? – perguntou ele, com a ideia repentina de ficar ali um mês naquele paraíso.
(Os Maias – Eça de Queiroz)








"Lawrence's Hotel, iniciou a sua actividade cerca de 1764. O Hotel Lawrence era a mais antiga unidade hoteleira da Península Ibérica e uma das primeiras hospedarias do género na Europa. Depois de em 1809 aí ter estanciado Lord Byron, o hotel adquiriu grande notoriedade, mas outras importantes figuras do panorama intelectual oitocentista pernoitaram no Lawrence, como Alexandre Herculano, Camilo Castelo Branco, Eça de Queirós, Bulhão Pato, Rarnalho Ortigão e tantos outros grandes nomes, quer da Arte quer da Política Nacional. Perto do centro da vila, o Hotel Lawrence oferece condições propícias a momentos de lazer e, sobretudo, uma estadia aconchegante e terna, capaz de elevar os corações em lua-de-mel. É com este conceito que o Lawrence's Hotel reabriu em 1999."

Opinião da Tours For You:
Este hotel é simplesmente maravilhoso para se estar e para "se sentir". Este é o nosso hotel preferido em Sintra, pois sente-se um ambiente único associado à sua história de prestígio, tal como pode ler no texto acima. Se juntarmos o glamour de Sintra, terá então os "ingredientes" propícios para um cenário de romantismo durante toda a sua estadia.
Clique aqui para visitar o
website do Hotel
(sem qualquer intenção de publicidade ao Hotel)

O TUMULO DOS DOIS IRMAOS
Quem do Ramalhão se dirige para Sintra pela estrada de S. Pedro depara, do lado direito da estrada, em frente ao campo de futebol, com um curioso monumento funerário que a voz popular designa como Túmulo dos Dois Irmãos.Essa designação deve-se, segundo a lenda, ao facto de aí estarem sepultados dois irmãos, tendo um deles, sem o saber e movido pelos ciúmes, assassinado o outro, suicidando-se a seguir, após conhecer a identidade da vítima. Tal como a maioria das lendas, esta pouco ficará a dever à realidade, pois a abertura do túmulo no início do século XVIII revelou a existência de apenas um corpo que, segundo as teses mais plausíveis, embora incomprovadas, pertencerá a D. Luís Coutinho, Bispo de Viseu, mais tarde de Coimbra e depois de Lisboa, e que teria falecido em Sintra, vítima de lepra, em meados do século XV.Contudo, o nome de "Dois Irmãos" é o que prevalece e é apoiado pela singular existência de duas estelas discóides, uma em cada uma das extremidades da arca sepulcral, ambas com o emblema da cruz de Cristo gravado.A tampa tem também gravada uma cruz a todo o seu comprimento. De cabeceira a cabeceira, o túmulo mede 1,7 m e as cabeceiras têm um diâmetro de 35 cm e uma espessura de 20 cm.De referir que a posição actual do túmulo não é a original, pois situava-se inicialmente no cemitério da Gafaria de Sintra (hoje parcialmente ocupado pelo campo de futebol), tendo, devido à abertura da estrada, mudado várias vezes de poiso, até à sua localização actual. A cruz que o encima também é obra recente . (C.M.Sintra)

Comments:
Bom Dia!

...neste paraíso! Lindas Imagens!
Excelente informação!
Lendas... Gosto de as conhecer.

Sintra é Linda!
Estive aí pelo Natal, passado, as iluminações fizeram-me sentir num conto do maravilhoso, do fantástico...

~*Um beijo*~
 
AS ILUMINAÇÕES PODEM ESCONDER MUITA COISA.
Prefiro Sintra de dia , ao natural, ao vivo.
Com cheiro a rosmaninho! Tem un bom dia
 
que interessante!
Concordo contigo; Sintra ao vivo é um monumento vivo da natureza... às vezes vou lá sentir-lhe o pulso ... pulsar com naquele território mágico!
 
Bom dia, ( sem casamentos, lol ). Lindíssimo. Bjinho.
 
PERDESTE AO CASINO OU A NOIVA NÃO APARECEU SPARTAK???????????????????
Então ..................?
e logo em Las Vegas com aquela fatiota à Elvis ...era um sucesso
 
Paraíso mesmo, Greentea!
Obrigda por esta viagem a Sintra e por tanta informação interessante!!!
Há tanto tempo que não vou a Sintra!!!
Bjs
 
TÃO BOM, TÃO BOM

aprender com os teus posts.
 
Gostei muito do teu blog. Devorei-o, sem esquecer os arquivos. É boa onda! E gostei de rever Trancoso, a minha terra, embora tenha nascido e viva em Lisboa. Voltarei. Concerteza.
 
Sintra é , de facto, paradisíaca. É natural que tanta beleza tenha inspirado poetas, romancistas, pintores, escultores, arquitectos...
A tanta beleza natural junta-se outra tanta arquitectónica. Não foi por acaso que D.Fernando II mandou construir aquele lindo palácio romântico no alto da Pena.
Um beijo bem merecido para quem divulga tão bem o que é nosso.
 
é sempre um prazer passear no teu blog,por aqui só o melhor...:) Bji
 
Uma passagem dos "Maias", muito bem integrada no conjunto, imagens sugestivas, e depois, as informações sempre úteis para quem não conhece a região, e para quem quer conhecer estes belos lugares que Portugal tem para oferecer a quem gosta de saber o que tem de belo o seu país...
 
há tanta coisa para se conhecer neste país, se quisermos, não apenas em Sintra.
Por exemplo, o blog Por Um Fio está a divulgar fotos dos locais descritos por Eça , em Lisboa.
Vale a pena ver as fotos maravilhosas da t. , que me deu esta ideia a mim.
 
Olá, Greentea!
Oh! Fico muito contente com a complementaridade dos nossos blogs. Óptimo que consigamos partilhar e passar bons momentos à custa do Eça e da sua geografia, Lisboa e Sintra estão ao nosso alcance. Mas ainda nos falta Leiria (com o Crime do Padre Amaro), Vila do Conde, Póvoa do Varzim e Costa Nova com outras obras, cartas, etc. Quem sabe haja alguém por essas zonas interessada em colaborar connosco.

Ah!Não tenho nenhum comentário teu para publicar/moderar. Será que não se perdeu a ligação ao blogger quando tu própria mandaste publicar?
Não podes repetir? É que os teus comentários completam os meus textos normalmente.
Um beijo
Boa noite!
PS. Vou falar com a M. da Fotoescrita, porque tem demonstrado interesse por esta ideia. Quem sabe, pode articular-se connosco.
 
Bom amanhecer
Bela partida...não me conheces...eu sou muito ingenua!
malandra
 
t. : fiz dois comentarios ontem de certeza absoluta.
um de manha e depois à noite qd vi que não estava lá nda fiz outro comentario e achei estranho não estar nada publicado...

acho a ideia muito interessante de se divulgar Eça assim, temos de procurar as pessoas.
Há um grupo por ai q divulga um livro por semana, mas em forma de escrita - podemos contacta-las tb, não?
um bom dia para ti hoje já 17.março
 
ó noite, eu que é sou ingénua...
Qual partida?

não estou a entender, tens de me explicar.
 
Eu também deixei ontem um comentário no Palavras ao Vento que não está lá. Hoje pus outro, vamos ver se aparece. Bem, quanto ao desafio... Vivo em Lisboa e já perguntei à T. o que tinha que fazer. Fiquei atrapalhada... E claro que agradeço o vosso desafio, e aceito consoante a dança ("a menina dança?";-) para que me convidarem)
Um bom dia!
Bj
 
Continua-se a aprender por aqui... e Sintra sem nunca lá ter posto os pés quase me apetece dizer que já conheço ao de leve....

Abraços
 
Enviar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?