sábado, março 18, 2006

 

Arroz de favas

Por toda a parte a água sussurante, a água fecundante... Espertos regatinhos fugiam, rindo com os seixos, de entre as patas da égua e do burro... Trepávamos então alguma ruazinha de aldeia, dez ou doze casebres, sumidos entre figueiras onde se esgaçava o fumo branco , cheiroso a pinhas... e ao fundo das faias aparecia o portão da quinta de Tormes.

As janelas sem vidraças conservavam essas maciças portadas, com fechos para as trancas, que, quando se cerram, espalham a treva. aqui e além uma tábua podre rangia e cedia
Jacinto ocupou a sede ancestral e ...esfregou energicamente com a ponta da toalha, o garfo negro, a fusca colher de estanho.

e desconfiado, provou...
Tentou uma garfada timida - e de novo aqueles seus olhos luziram, procurando os meus. Outra longa garfada, concentrada, com uma lentidão de frade que se regala. Depois um brado :
- Óptimo!... Ah, destas favas, sim. Que delicia!
Eça de Queiroz - ACidade e as Serras



Arroz de Favas à moda de Tormes

Ingredientes
Favas; Cebola; Azeite; Louro; Sal; Pimenta; Arroz.

Modo de preparar
Pica-se uma cebola grande e alhos e refoga-se com azeite.
Refogada e alourada a cebola, juntam-se as favas previamente descascadas e um "caldo" (de carne, de alho e coentros ou próprio pª temperar arroz). Coze durante cinco minutos, junta-se água, três vezes mais do que o arroz e duas folhas de louro.
Quando levantar fervura tempera-se com sal e pimenta, juntando-se depois o arroz lavado até ficar bem cozido, mas suficientemente molhado, "malandro", para ser servido na hora.

dica: para que o arroz fique "malandro" e não empapado costumo utilizar arroz estufado.








Creme Queimado

Ingredientes
12 ovos; 0,5 kg de açúcar; 0,5 kg de farinha; 1,5 litro de leite, casca de limão q.b; Pau de canela q.b; Sal q.b.

Modo de preparar
Ferve-se um litro de leite com o pau de canela, casca de limão e o sal. Separam-se as gemas para uma bacia. Quando separadas vão-se mexendo sempre e junta-se o açúcar, a farinha e o leite, mexendo sempre. Depois de tudo bem dissolvido retira-se a casca de limão, o pau de canela do tacho e junta-se o preparado anterior. Leva-se ao lume brando sem deixar de mexer até levantar fervura. Depois verte-se para uma travessa e deixa-se a arrefecer.
Põe-se um ferro de queimar em brasa, salpica-se com açúcar generosamente e queima-se.

É divino! Mas nada o entusiasmara tanto como o vinho de Tormes, caindo de alto, da bojuda infusa verde - um vinho fresco, esperto, seivoso, e entrando mais na alma que muito poema ou livro santo.

Comments:
Nem o Eça me convence: de favas não gosto, não! Mas, gulosa que sou, ai o docinho, ai o docinho...

Maravilha de fotos!

Beijinho. Bom fds.
 
só pode ser maldade!, posts deliciosos, agora que tenho que me preocupar com a silhueta!, experimenta acrescentar umas rodelas de chouriço, uns ubinhos de bacon...
Ahhhhhhh1 Bom fim de semana!
 
isto é dieta vegetariana . além disso o bacon faz mal ao colesterol...

o leite creme pode ser feito com leite magro e tb já há ovos sem colesterol , segundo dizem; o açucar pode ser substituido por frutose ou o vulgar açucar detético se quiserem q o há em embalagens grandes para culinária...
 
Depois da "sobrevivência" e dos "burros" (adoráveis...), vim tornar a ler o Eça. O arroz de favas deve ser uma delícia (eu gosto de favas…), e o creme queimado deverá ser das poucas sobremesas a que me atiraria… E, por fim, o esperto, fresco, seivoso, que não vai "entrar na alma", certamente, mas que acompanha divinalmente o "pitéu"...
 
amaral,
não é só aqui que se lê Eça!

Também, com outro rótulo e fotografia excepcional em

http://por-um-fio-invisivel.blogspot.com

mas obrigada pelo teu comment.
Bjs
 
Finalmente o blog da santa voltou ao normal!!
Obrigada pelas visitas tão gentis, sempre...

Bjs
 
Nunca perguntaste...

Eu não sou guloso, mas consegues
fazer-me ficar de água na boca...

Ainda sonho com o Butão...

Deixo-te um sorriso!
 
Me han gustado mucho tus fotografías. A propósito de burros según he oido, existe una raza excelente de burros que es la zamorana. Se cotizan en el norte de Europa y son muy valorados. Hoy, precisamente, sábado, se ha celebrado un feria del famoso burro en un pueblecito de Zamora que se llama San Vitero. Los que se hayan acercado hasta allí habrán podido admirar a esta simpática especie. Un abrazo.
 
Acredita que comecei a gostar de favas depois de ler o livro.
Ainda hoje gosto, mas nunca comi em arroz.
 
Esqueci-me de confirmar :

SIM ! EXISTE A RAÇA ASININA DO PLANALTO MIRANDÊS! ( Miranda, Vimioso, Mogadouro e Bragança )

Bji
 
tu matas-me, lol. b'dia, bjinhos.
 
PORQUÊ?????????????????????????????
 
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
 
Olá, mas sabes que o arroz de favas é fantástico :). Beijokas, mas eu precisava mesmo de um blog destes para mim;), peço desculpa estava na conta da minha sobrinha por isso postei com o nik dela. Eu, queria dizer que precisava de conhecer um blog destes para saber novidades dos paladares que postas.
Desculpa a confusão
 
OS PALADARES POR AQUI SÃO SEMPRE BONS EMBORA EU SEJA SUSPEITA PQ GOSTO DE COMIDAS SIMPLES MAS EXÓTICAS, DIFERENTES. ...ESTIVE EM AFRICA, COMO TU.
E SOU POUCO VIRADA PARA DOCES.
MAS APRECIO UM BOM VINHO, DE QUANDO EM VEZ!
bOM ALMOÇO, ENTÃO!
 
_______________________
_______________________
_______________________
beijo. "seivoso" :).
 
as favas não...mas o creme fez-me crescer água na boca, há muito tempo que não comia,segui a receita e o resultado foi muuuuito bom!Fico á espera de mais :) Boa semana.Bjs
 
Claro q sim!
Viajamos agarrados às esquinas
de uma estrela cadente...

Um beijinho.
 
Que bonita a expressão "espalham a treva".
 
Olá
Belas imagens, receitas deliciosas, eu sei lá que mais, este blog é uma verdadeira surpresa.
Passo aqui para te dizer um segredo:
Hoje, especialmente hoje - dia 20 -dá uma espreitadela no meu kalinka.
Bom início de semana e beijokas.
 
Bora!
: )
 
Ja tive o prazer de visitar a casa de Tormes e algumas vezes por lá passo, pena que onde estão as mais belas riquezas de Portugal, seja um "Tormento para lá cheagar... essa estrada recheada de boracos, que na volva se a comida for muita estamos sujeitos a que a volta ao estômago...
Mas vale sempre a pena visitar estes lugares.
 
Enviar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?