segunda-feira, fevereiro 13, 2006

 

O Chocolate...

...tem o mesmo composto quimico que é libertado no orgasmo. 50% das mulheres confessam preferir chocolate a sexo...


Os cientistas têm vindo a descobrir que o chocolate provoca a libertação de endorfinas, as "mensageiras da felicidade" do corpo, e encontraram
também no chocolate vestigios de feniletilamina, um composto quimico libertado durante o orgasmo. O resultado surpreendente de um inquérito revela que 50% das mulheres confessam preferir chocolate a sexo. Os homens que em ocasiões especiais aparecem com uma caixa de chocolates de luxo estão , pela certa, à "procura da paixão".

Talvez estes homens tenham interesse em saber que a concentração do "quimico do amor" é nove vezes superior no salame, se bem que ainda ninguém tenha dito que as mulheres preferem salame a sexo.


As descobertas dos cientistas têm vindo a reforçar a ligação que existe entre as mulheres e o chocolate : nos primeiros meses da gravidez, a molécula de anandamida desempenha um importante papel na comunicação entre a mãe e o feto. Isto é o que os maias poderiam ter dito no século VII, quando veneravam a vagem do cacau como sendo um simbolo de vida e fertilidade e o fruto tinha lugar nas cerimónias religiosas.
Também os astecas acreditavam na capacidade de o chocolate transmitir conhecimento, poder e saúde. Mantiveram a tradição maia de presentear a deusa da fertilidade, Xochiquetzal, com chocolate.
Cristovão Colombo introduziu a semente do cacau na corte dos Reis Católicos. Quando por volta de 1528 o conquistador Fernando Cortez se lembrou de juntar açucar ao amargo elixir do chocolate , começou realmente a loucura.
Ao longo dos secs XVII e XVIII o chocolate foi avançando de país em país : dentro do baú do dote de Ana da Áustria (filha de Filipe II de Espanha) quando viajou para França para casar com Luis XIII ...ou seguindo Carlos V quando este se mudou para Viena em 1711.
Durante muitos anos o chocolate permaneceu uma delícia reservada à aristocracia euroeia. Paralelamente à sua expansão, foi crescendo a má reputação do chocolate enquanto afrodisiaco..
Em 1868, os irmãos Cadbury introduzem a primeira caixa de chocolates. Graças ao contributo destes homens o chocolate é hoje uma indústria que move milhões e constitui uma obsessão à escala mundial.
O chocolate é delicioso e comer coisas deliciosas deixa as pessoas bem-dispostas. Há quem diga que o chocolate é um substituto do amor. E, bem vistas as coisas, o chocolate é muito mais fiável do que qualquer amante...
(Excertos de um artigo de Judith Finn publicado no Diario de Noticias de 11Fev2006)

Comments:
há coisas que eu não entrego á ciencia, apesar de todas as explicações obtidas, prefiro pensar que acima de todas as reações quimicas ou outras existe algo que une ou atrai...mas menosprezar os dados da ciência seria um erro tb...
uma semana feliz
 
exactamente,cm, tem de haver algo mais porque até há aqueles que não gostam de chocolate mas encontram outras quimicas nas suas atracções, ligações... E certas figuras nem à conta de muito chocolate nos atrairiam - nunca!
 
Apreciei este post mais a ironia que por ele perpassa.
 
Grata pela receita. :-)
 
As coisas que a gente aprende sobre o Amor...mesmo sendo, através do chocolate.
Obrigado pelo texto.

Tbm eu gosto de chocolate!

Concordo também sobre a maior fiabilidade do chocolate, em certos momentos...
Adoro Sintra e isso reflecte-se na alma de quem a percorreu já,de lés a lés como eu, para sempre.
Julgo mesmo, que quando morrer, habitarei eternamente, os muros, árvores, fontes
e jardins dessa terra única.

Bji

Bji
 
Um texto doce.
Gosto de chocolate (e de orgasmos também)
A quimica do amor tem sempre um sabor delicioso.
Há quem prefira fruta!

Fica bem
Abraços
 
será que essas regras se aplicam a todo o tipo de chocolate?
será que o único que eu gosto terá os 50% de adesão?
ai...
ai...
maria de são pedro
 
é uma incógnita , lua de lobos...
quanto a mim só gosto de chocolate preto amargo próprio para fazer mousse e tb after eight mas dos genuinos. O que quererá isso dizer?
as estatisticas nem sempre são fiáveis - tudo depende dos grupos de análise.
 
Eu sou chocólatra assumida e até já escreví um post sobre as maravilhas do chocolate...
Quem não gosta de chocolate pode não ser boa pessoa... até isso já ouvi :D
beijinho
 
já fui ver o teu post sobre o chocolate - a essencia é a mesma e parece que bate tudo certo.
Já ouvi dizer que quem não gosta de animais (cães, gatos e outros) não gosta de ninguém, não é boa pessoa.talvez tb se aplique aos anti-chocolateiros. Por mim prefiro sempre os semi-amargos pretos porque gosto pouco de doces mas à vezes marcha uma tablete inteira. Há ocasiões para tudo, claro
 
Além de adorar seus comentários lá no meu blog ainda me matas com este post-delícia-sexual-químico-dissimulador!!!!

Beijos aqui do Brasil
 
huummm chocolate..... sem comentários:-)))
 
Claro que podes "roubar" as fotografias que quiseres, nas condições que referiste. Tenho muito gosto que o faças.
Se preferires, posso mandar-te as imagens originais...
:)
 
Aproveitei para ler o teu texto sobre o chocolate, que está delicioso tal como o chocolate...
Adoro chocolate. Mas sinto mais vontade de comer chocolate, quando me sinto mais «carente». É como se o chocolate para mim funcionasse como uma forma de «compensação». Tem que haver forçosamente uma ligação entre as duas coisas.
Bj
 
Um estudo apresentado em Amsterdão, na Holanda, durante um congresso da Sociedade Europeia de Cardiologia concluiu que o chocolate é o mais novo aliado do coração. Substâncias presentes no cacau, os flavonóides, ajudam a combater a oxidação da circulação sanguínea, melhorando assim a saúde das artérias e do coração.
Os flavonóides são encontrados também em vários tipos de frutas, mas estudos recentes mostram que o cacau está entre suas fontes mais ricas. Assim, um chocolate de boa qualidade apresenta capacidade anti-oxidante três vezes maior que a do alho e dos morangos.

É claro que tudo isto é muito bonito… mas temos de o comer com moderação
 
Espera aí, deixa-me ler tudo outra vez… O que tu andas pr'áqui a revelar! Também, não costumo ler os jornais diariamente… e é este o resultado… Mas essa do salame, não me passaria pela cabeça… Coisa que não aprecio, vejam lá… Mas um chocolatinho tenho aqui bem perto... Podes crer que...
 
prefiro o branco, leitoso, com aquela textura especial..nem muito grosso nem muito fino.Mas quem verdadeiramente aprecia chocolate, não dispensa o bom chocolate castanho escuro ou negro. Quererá isto dizer alguma coisa? Freud explicaria isto, nem quero nem saber..

um beijinho!
 
é isso mesmo, lazuli. Não sei o que diria Freud sobre isso nem vem ao caso. Os verdadeiros apreciadores (como eu, claro) gostam dele escuro, semi-amargo, nature...
 
Olá!
Percebo que gostes muito do site sobre África, eu sou de lá e mesmo assim tocou-me muito, é verdadeiraemnte especial. Só não percebi exactamente "o que não sabes"... se queres fazer um link para o meu post desse dia, claro que podes :) , é só ir até lá, ao lado de comments onde diz "links to this post".

Algo mais, diz-me sim? Um abraço
 
O "Chocolate" está no Blog da Santa.

Beijos aqui do Brasil
 
Li na santa e achei interessante o seu texto!! Parabéns!
 
Gosto muito do chocolate negro agridoce. Mas também daquele que tem nozes e avelãs.
O branco é mais doce, não me sabe tão bem.
Gosto muito de gelados de café com chocolate e rum.

E agora que venha daí o Freud que se não trouxer uma barrinha vai corrido.
 
Enviar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?