quinta-feira, fevereiro 23, 2006

 

entrega-te às águas

Não lutes se o rio que conduz tua vida
parece levar-te a um destino diferente
daquele que traçaste para ti
Entrega-te às águas...
Se parares de te debater em vão
elas se acalmarão
e te guiarão docemente e sem sofrimento
ao encontro da tua verdadeira
razão de existir

Comments:
bom dia.
 
... ontem estive junto «ao meu rio» e senti algo parecido...

[e o 'menino'? continuo a fazer força!]

beijinho
 
Eu já me entreguei às águas...

Bom dia
 
o menino está a sair do silêncio e a voltar à vida , com a força dos sorrisos que daqui lhe mandaram. um beijo para todos.
e como o spartakus disse, está entregue em boas mãos!
 
Eu aprendo muito com os teus comentários! : )

Este texto é bonito, vivamos recatados e as águas do rio vão levar-nos a um mar onde possamos viver!

Sorri!
 
Ah sim!
Gosto de maçã canela : )

Deixo-te um beijo e um sorriso!
 
ainda bem que os meus comentários fazem bem a alguém. E o chá de maçã e canela também.
Um beijo para ti, com canela
 
A água... aquecida pelo fogo/chama/calor da vida faz soltar das plantas, da vida que brota da terra o poder da cura. o chá, remédio milenar de mil segredos e maravilhas é isso: água, terra e fogo... e ar, porque perfuma o nosso espaço!
greentea, este post das águas e tão, tão verdade, como é verdade uma tissana de tília... ou um chá verde!
O "menino" vai ficar bem!
tem um dia mt feliz!
 
o´sa.ra , e um chá de maçã e canela? Já lhe sentiste o sabor, o perfume, a textura a escorrer pela garganta. ..
Delicias para os nossos sentidos : aquecem a alma e o coração.
 
hummm.... como as coisas simples nos fazem tão bem!
olha... abriste-me o apetite, pelo sabor e perfume do chá de maçã e canela!
vou ter de trazer umas saquetas para o trabalho!
bj
 
Confia e entrega-te! - é a nossa esperança maior para que possamos ultrapassar os momentos menos bons! A confiança é uma riqueza que toda a gente pode utilizar, porque não vem de lado nenhum. Todos a possuímos e ninguém a consegue roubar…
 
PODE UTILIZAR DE FACTO , mas muitos perdem essa confiança , essa serenidade da entrega. Veja-se o sem-abrigo de ontem - não sabe se terá jantar ou não e entrega-se com os olhos fitos no vazio, senta-se calmamente no portal de uma escada fria e aguarda que o tempo passe que passe alguém, que se passe algo...
 
Muito bonito.
Bom dia.
 
Enviar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?